O Botafogo luta contra o tempo para realizar uma boa preparação à Copa Libertadores. O time carioca ainda não definiu quem será o novo fisiologista após reformular a comissão técnica com três demissões. Além disso, o time carioca também não decidiu onde será realizada a pré-temporada de 2014. A estreia na competição ocorre no dia 29 de janeiro, contra o Deportivo Quito, na altitude de capital do Equador, a quase 3 mil metros de altitude.

O fisiologista Altamiro Bottino e os preparadores físicos Marlos Almeida e Leandro Cardoso foram demitidos no início de dezembro. Com isso, o clube ainda não sabe se levará a equipe titular para treinar em Quito cerca de dez dias antes do confronto para realizar uma adaptação à altitude, ou se viaja apenas na véspera da partida.

Até agora, a única confirmação é que o Botafogo terá uma equipe B nos primeiros três jogos do Campeonato Carioca. Os titulares terão um tempo maior de preparação e serão poupados para a competição internacional. O técnico Eduardo Hungaro declarou que irá observar jogadores promovidos da base e outros reservas no Estadual.

Com a definição da não renovação do técnico Oswaldo de Oliveira, deixaram o Botafogo também o preparador físico Ricardo Henriques e o auxiliar Luiz Alberto.

A opção da diretoria era repetir 2013 e realizar a pré-temporada em Saquarema, na Região dos Lagos. Porém, as fortes chuvas que atingiram a região nas últimas semanas prejudicaram o centro de treinamento da CBV (Confederação Brasileira de Vôlei). A tendência é que os treinos sejam realizados em outro local. Até mesmo ficar no Rio de Janeiro é uma das possibilidades estudadas.

O jogo de volta da primeira fase da Libertadores acontece no dia 5 de fevereiro, ainda sem local definido, mas provavelmente no Maracanã. Se vencer o Deportivo Quito, o Botafogo estará classificado para o grupo 2 da Libertadores, com  Unión Española, do Chile, Independiente Jose Terán, também do Equador, e San Lorenzo, da Argentina.

Fonte: UOL