Botafogo tem 3ª maior queda no returno e luta contra nova decepção do G-4

Compartilhe:

O Botafogo perdeu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro no último domingo, ao ser derrotado por 1 a 0 para o Goiás no Serra Dourada. O revés fora de casa reforça a queda do time de General Severiano no segundo turno. Apenas outras duas equipes tiveram uma variação de aproveitamento tão ruim quanto do Alvinegro até agora. 

Se no primeiro turno, os comandados de Oswaldo de Oliveira  tiveram 63% de aproveitamento dos pontos disputados, na segunda metade do campeonato o número baixou para 44%. A queda de 19% só não é maior que de Corinthians e Internacional, que oscilaram 21.9%. 

A lembrança das últimas três edições do torneio nacional, quando o Botafogo chegou perto da vaga à Libertadores, mas não se classificou, assustam parte da torcida. Em 2010, a vaga escapou na última rodada. Nos anos seguintes, boas campanhas terminaram sem o lugar no G-4.

Apesar do histórico da equipe nos últimos torneios nacionais, o técnico Oswaldo de Oliveira vê a oscilação como natural e destaca a qualidade dos adversários.

“Qual time que não oscilou no campeonato? Até o Cruzeiro oscilou, é naturalíssimo. Temos encarado adversários fortes. Qualquer time ganha e perde, isto é natural”, disse o técnico do Botafogo, agora 4º colocado, com 53 pontos.

Um dos possíveis trunfos da equipe carioca está no elenco ‘reforçado’. O departamento médico está quase vazio e apenas o lateral Lucas e o meia Cidinho estão em fase final de recuperação. Eliminado da Copa do Brasil, o Botafogo terá as semanas livres para trabalhar na reta final do torneio.

“Ainda temos seis jogos. Por que eu vou temer perde a vaga agora? Vamos jogar e tentar vencer, só isso. Não tenho medo de nada. Vamos jogar, só isso. Nossa equipe tem jogado bem. A maioria dos times teve uma caída agora. A temperatura mudou, são jogos em sequência. Quem tem o elenco melhor, consegue”, destacou Oswaldo de Oliveira.

Além da queda de rendimento do meia Seedorf, outro fator que ajuda a compreender a queda do Botafogo é a venda de alguns jogadores ao longo do torneio. O atacante Vitinho e os meias Fellype Gabriel e Andrezinho foram negociados e reduziram as opções do técnico Oswaldo de Oliveira.

O jogadores do Botafogo terão a segunda-feira de folga e voltam aos treinamentos na terça, no campo anexo do Engenhão. O Alvinegro volta a campo contra o Internacional, no Estádio Centenário, em Caxias do Sul, no próximo domingo, às 17h.

Fonte: UOL

Comentários