O Botafogo responde por praticamente dois terços dos calotes trabalhistas dos 20 clubes que disputam a primeira divisão do Campeonato Brasileiro.

No site do TST, o Tribunal Superior do Trabalho, é possível emitir uma Certidão Negativa (ou positiva) de Débitos Trabalhistas. Os dados são obtidos em um banco de informações emitidas pelos tribunais regionais. Aparecem na lista obrigações trabalhistas não cumpridas que resultaram em processos e já tiveram decisões judiciais ou foram alvo de acordos. Na tarde desta quarta-feira, o ESPN.com.br consultou a situação atual.

Apenas quatro clubes da primeira divisão estão com a situação 100% regular: Internacional, Criciúma, Figueirense e Chapecoense.

Outros nove (Sport, Coritiba, Atlético-PR, Flamengo, Cruzeiro, Goiás, Santos, São Paulo e Palmeiras) têm débitos cadastrados, mas todas suas pendências têm “garantido o juízo com depósito, por meio de bens suficientes à satisfação do débito ou tiver em seu favor decisão judicial que suspenda a exigibilidade do crédito”. Assim, suas certidões são “positiva com efeito de negativa”

Restam sete clubes com calotes não solucionados (de forma integral ou parcial). Estão na lista: Botafogo, Atlético-MG, Bahia, Fluminense, Grêmio, Corinthians e Vitória. Estes recebem a certidão negativa. Se aprovada a Lei de Responsabilidade Fiscal para os clubes, seriam rebaixados para a segunda divisão do Nacional.

ESPN.com.br

Certidão Botafogo
Certidão do Botafogo com 134 processos trabalhistas

E salta aos olhos a participação do Botafogo nos calotes. Ao todo, o clube carioca tem 134 processos em que consta inadimplência. Isso representa 48% do total de débitos dos 20 clubes da primeira divisão do brasileiro.

Maior ainda é a participação no número de calotes. O Botafogo ofereceu garantias ou eliminou na Justiça apenas 30 de seus 134 processos. Ao todo, os times da elite têm 155 procedimentos em que estão com pagamento atrasado. Assim, o Botafogo responde por 65% dos calotes.

VEJA A LISTA DE PROCESSOS DE CADA CLUBE, E QUANTOS FORAM SUSPENSOS

Botafogo: 134/30
Fluminense: 53/21
Flamengo: 27/27
Coritiba: 18/18
Bahia: 14/7
VItória: 9/4
Grêmio: 6/3
Sport: 5/5
Atlético-MG: 3/0
São Paulo: 3/3
Atlético-PR: 2/2
Cruzeiro: 1/1
Goiás: 1/1
Palmeiras: 1/1
Santos: 1/1
Corinthians: 1/0
Inter: 0
Chapecoense: 0
Figueirense: 0
Criciúma: 0

Fonte: ESPN.com.br