Mais do que o momento dentro de campo, as partidas do Botafogo no Nilton Santos – pela Libertadores – tem sido uma importante fonte de renda para o clube em 2017. Nos quatro jogos disputados em sua casa no torneio – contando o último, contra o Barcelona-EQU – o Alvinegro teve cerca de R$ 6,6 milhões de renda dos ingressos vendidos, com isso sendo revertido em aproximadamente R$ 3 milhões de lucro, já sendo contada as despesas (operacionais e da FERJ).

O jogo com maior lucro e renda por parte do Glorioso – na competição – foi diante do Estudiantes, com cerca de R$ 1,8 milhão de renda das bilheterias, com R$ 1 milhão (aproximadamente) sendo encaminhados para os cofres do clube. Surpreendentemente, foi a segunda partida com menor público, onde 30.107 botafoguenses compareceram ao Estádio Nilton Santos no dia.

Contra o Barcelona, a torcida ficou abaixo apenas da estreia na competição, contra o Colo-Colo: 34.034 alvinegros estiveram na casa alvinegra, com uma renda de R$ 1,5 milhões e lucro de R$ 949 mil para a diretoria do Botafogo. A festa – com escudos grandes e fogos de artifícios – também foi um algo a mais para o ambiente criado no Nilton Santos, que foi elogiado por Jair Ventura.

– Uma linda festa da torcida, que tinha o direito de ficar triste a apoiaram mesmo assim o time no final do jogo – valorizou o comandante alvinegro.

BORDERÔ DIVULGADO PELO BOTAFOGO:

Colo-Colo – 38.357 presentes – R$ 1,9 milhão de renda – R$ 469 mil de lucro
Olimpia – 29.514 presentes – 1,4 milhão de renda – R$ 598 mil de lucro
Estudiantes – 30.107 presentes – R$ 1,8 milhão de renda – R$ 1 milhão de lucro
Barcelona – 34.034 presentes – R$ 1,5 milhão de renda – R$ 949 mil de lucro

TOTAL:
132.102 presentes nesta Libertadores, com R$ 6,6 milhões de renda e R$ 3,1 milhões de lucro por parte do Botafogo, de forma aproximada.

Fonte: Terra