De volta ao Ato Trabalhista, o Botafogo poderá contar com importantes receitas a partir de quarta-feira. Parte da verba deve ser destinada a quitar a dívida de R$ 2 milhões com Jefferson e tentar garantir a permanência do goleiro, prioridade para a diretoria.

A informação é do site “Lancenet!”, que entrevistou o o vice-presidente jurídico do Botafogo, Domingos Fleury.

– A previsão é que a partir do dia 7 comece a liberação das receitas do clube. Os ofícios vão chegar, e o dinheiro vai começar a ser liberado para o clube. Como a volta ao Ato Trabalhista foi proferida no último dia de funcionamento do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-RJ) em 2014, não houve tempo hábil para que os ofícios chegassem para liberar as verbas antes da virada do ano – explicou Fleury.

A Globosat, que paga os direitos de transmissão, já foi avisada da decisão.

Fonte: Lancenet!