A diretoria do Botafogo entrará com um recurso na FERJ contra o árbitro Rodrigo Nunes de Sá e o assistente Luiz Cláudio Regazone. A reclamação gira entorno do carrinho dado pelo zagueiro Rodrigo em cima do atacante Ribamar que, no entendimento do clube, seria pênalti e não foi marcado. Além disso, o defensor teria que ser expulso, já que possuía cartão amarelo.

Rodrigo Nunes de Sá e o assistente Luiz Cláudio Regazone já foram afastados e proibidos de participar de jogos do Glorioso no Cariocão de 2015, quando anularam dois gols do clube sobre o Volta Redonda. O Botafogo apenas ficou no empate por 2×2 com o time da Cidade do Aço.

Fonte: Super Rádio Tupi