Botafogo vê G-4 ‘na mão’ e depende de força própria por volta à Libertadores

Compartilhe:

A torcida não gostou do empate por 1 a 1 com o São Paulo, no último domingo. O resultado, no entanto, deixa o Botafogo em boas condições de retornar à Libertadores após 17 anos – última participação foi em 1996. Por conta do confronto direto entre Grêmio e Goiás, o Alvinegro depende apenas de suas forças para assegurar uma vaga no G-4 já na próxima rodada.

Para que isso ocorra, o Botafogo precisa vencer o Coritiba, no Couto Pereira. Com os três pontos, o Alvinegro passaria Grêmio ou Goiás, que se enfrentarão, em Porto Alegre, independentemente do resultado. E é justamente nesse aspecto que o goleiro Jefferson se agarra.

“Não temos que lamentar nada. Temos que comemorar este ponto conquistado. Temos que vencer estes dois jogos. Apesar das dificuldades que o São Paulo está enfrentando, é uma grande equipe. Os times aí da frente vão se enfrentar e precisamos de três pontos para retomar a vaga no G-4”, disse o camisa 1 do Botafogo.

E o Botafogo tem motivos para estar otimista. Desde que o Brasileiro passou a ser disputado por pontos corridos, o Alvinegro perdeu apenas duas vezes para o Coritiba, com dez vitórias e um empate. Nem mesmo o Couto Pereira assusta, apesar da goleada de 5 a 0, sofrida em 2011.

Dos seis jogos disputados na casa do Coritiba, o Botafogo conseguiu três vitórias, duas derrotas e um empate. Com os números à favor, o Alvinegro pode retomar sua vaga no G-4 e voltar à Libertadores após 17 anos. “Estamos a um ponto e temos que trabalhar para voltar ao G-4. Se vencermos o Coritiba conseguiremos isso e vamos batalhar para que isso ocorra”, afirmou Bruno Mendes.

Com o empate diante do São Paulo, o Botafogo chegou aos 58 pontos e se manteve na 5ª colocação do Campeonato Brasileiro, atrás do Goiás, com 59, e Grêmio e Atlético-PR, ambos com 61. Na próxima rodada, o Alvinegro encarar o Coritiba, no Couto Pereira, enquanto o Esmeraldino enfrenta o Tricolor gaúcho, no Olímpico.

Fonte: UOL

Comentários