O Botafogo espera bom público para o jogo contra o Cruzeiro, na quinta-feira, que terá um caráter decisivo. Afinal, o time mineiro é o primeiro da zona de rebaixamento e está quatro pontos atrás do alvinegro no Campeonato Brasileiro. Até o fim da tarde desta terça-feira, 11 mil ingressos já haviam sido vendidos para a partida no Estádio Nilton Santos.

Com 33 pontos e o rebaixamento ainda rondando a equipe, o Botafogo sabe da importância da partida.

— Como já dissemos antes, temos que fazer de cada jogo uma final, ainda mais tratando-se de um jogo em casa, contra um rival que está na mesma situação que a nossa. Não projetamos muito à frente, queremos pensar jogo a jogo. Temos que evoluir para alcançar uma melhor performance e obter bons resultados — afirmou o meio-campo João Paulo.

O time de Alberto Valentim, que reestreou no comando do alvinegro há três rodadas, tem apenas duas vitórias em dez jogos do returno. Com Valentim, são duas derrotas e um triunfo.

O último revés foi contra o Grêmio, em Porto Alegre, por 3 a 0, no fim de semana passado. A má atuação do time acendeu ainda mais o alerta.

JOGO MAIS VERTICAL

João Paulo, no entanto, ressalta que os últimos jogos têm sido decididos nos detalhes. E vê mais alternativas de criação no setor ofensivo com o novo treinador.

— A chegada do Alberto nos deu um repertório maior de jogadas ofensivas, mas não adianta ficar só no papo. Temos que chegar no jogo e colocar isso em prática. Vamos tentar fazer isso na quinta-feira (amanhã) — disse o camisa 5, que elogiou a mudança de estilo de jogo, mais verticalizado. — Temos trabalhado a saída de bola para ter alternativas de chegar ao campo de ataque com menos toques.

Fonte: Extra Online