Briga com grupo de empresários fez diretoria alvinegra desistir de comprar Alemão

Compartilhe:

O Botafogo finalizou 2016 deixando tudo certo para renovar o contrato de Alemão, e o jogador inclusive comemorou a permanência com uma foto nas redes sociais. No entanto, uma reviravolta surpreendente separou os destinos do clube com o lateral-direito, segundo o GloboEsporte.com.

Por causa de uma briga com a Elenko Sports, empresa que agencia a carreira de Alemão, e uma divergência salarial, a diretoria botafoguense desistiu de efetuar a compra do jogador de 26 anos. A equipe de General Severiano já tinha acertado pagar R$ 600 mil por 70% dos direitos econômicos do lateral.

Vale ressaltar que a Elenko Sports é a mesma empresa que tem como clientes os atacantes William Pottker e Lucca, que negociavam transações com o Botafogo – que, por sua vez, havia inclinado positivamente para pagar uma dívida de R$ 7 milhões construída em administrações anteriores com o grupo. Segundo afirmado pela diretoria, os dois jogadores citados acima chegaram a fechar um acordo para ajudar o Glorioso na Libertadores da América. Entretanto, o grupo de empresários negou o acerto quando tudo já parecia encaminhado.

Alemão chegou por empréstimo durante a temporada, após a lesão sofrida por Luis Ricardo. No Campeonato Brasileiro, disputou dez jogos e teve boas atuações – seja defensiva ou ofensivamente. Contribuiu com dois passes para gol e criou um total de 11 chances. O bom desempenho também despertou o interesse de Internacional e Fluminense, que agora voltam a ter chances de contratar o lateral-direito.

Acertou, mas não acertou…???

O ano de 2017 mal começou, mas não é a primeira vez que o Botafogo leva um susto deste tipo. Depois de ter chegado a um acordo pela permanência do lateral-esquerdo Victor Luís, a renovação foi por água abaixo…. antes de a equipe carioca conseguir contornar a situação e garantir, enfim, a permanência de seu camisa 6. Uma história ligeiramente semelhante à de Alemão, mas com um final diferente.

Fonte: Goal.com