Jair Ventura chegou a afirmar que Bruno Silva é um jogador de seleção. O efeito de sua ausência foi sentido no último domingo. Para o azar dos alvinegros, ele pode ficar fora ainda mais tempo, inclusive já nesta quarta-feira, contra o Sport, pela Copa do Brasil.

Isso porque o julgamento do atleta por ter dado uma bolada no árbitro (na final da Taça Rio, contra o Vasco) é também quarta-feira, às 18h, menos de quatro horas antes do jogo, no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RJ). Caso punido, ele ficará fora por 180 dias de todas as competições da CBF, inclusive a própria Copa do Brasil.

Segundo o procurador geral do tribunal, André Valentim, a punição passa a valer de imediato — ou seja, ele já estaria fora do jogo que começa algumas horas depois, às 21h45, no Engenhão.

— Certamente haverá um advogado dele ou do Botafogo lá, portanto ele estará ciente da punição. E ela passará a valer imediatamente.

Há dúvidas a respeito de quando a pena entra em vigor devido ao artigo 133 do código de Justiça Desportiva, que diz: “a decisão produzirá efeitos imediatamente (…) salvo na hipótese de decisão condenatória, cujos efeitos produzir-se-ão a partir do dia seguinte”.

O atleta disse que não está pensando nisso.

— Estou com cabeça tranquila, treinando, estou aí para jogar — afirmou ontem em entrevista coletiva.

Fonte: Extra Online