Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 00:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Carlos Alberto rebate críticas no Botafogo: ‘Chinelinho é um mito que criaram’

0 comentários

Compartilhe

Com apenas 10 jogos disputados em seus seis meses de Botafogo na atual temporada, o meia Carlos Alberto é muitas vezes alvo de críticas de torcedores. Em 2014, já sofreu com dores musculares, uma pancada que afetou os ligamento do tornozelo direito e teve que passar por constantes sessões de recondicionamento longe do time. Após sua boa atuação na vitória sobre o Flamengo, o jogador defendeu-se na manhã desta quarta-feira, após treino físico no Engenhão, da fama de “chinelinho”.

– Chinelinho é um mito que criaram. Quem está no departamento médico é quem mais trabalha e passa mais horas no clube – afirmou Carlos Alberto, que até muda seus hábitos para evitar críticas. – Eu até evito ir de chinelo para o campo, sempre vou de tênis.

Após a goleada de 5 a 0 sofrida diante do Santos, na Copa do Brasil, torcedores invadiram o Engenhão para falar com os jogadores e Carlos Alberto se viu no meio de um desentendimento. Após um torcedor mais exaltado falar sobre a possibilidade de conciliar consumo de bebida alcoólica e boas atuações, o meia não se conteve e falou: “Não dá ideia errada”. Foi o início de uma discussão que quase termina em briga.

– Eu tenho minha maneira, minha personalidade e não vou deixar que me desrespeitem. Foi exatamente isso. Sou uma pessoa que estava em seu trabalho, buscava meu melhor e ponto – disse, antes de elogiar o comportamento dos demais torcedores alvinegros.

– O torcedor em geral tem um posicionamento bacana.

Sem deixar de ser polêmico, apesar fala tranquila, Carlos Alberto não perdoou nem mesmo o Maracanã. Com a possibilidade do Botafogo confirmar nesta quarta-feira a mudança da partida contra o Atlético-PR, em 9 de novembro, do Maracanã para Manaus ou Cuiabá – além de Volta Redonda -, o meia elogiou as arenas construídas para a Copa do Mundo.

– (A Arena Amazônica) inclusive está melhor que o Maracanã. Muita gente não fala, mas o Maracanã hoje é maquiado. Essa é a realidade. Esses campos, apesar de serem longe, tem uma qualidade muito melhor – completou.

Nesta quinta-feira, Mancini comandou apenas um treino físico sob forte calor no Engenhão e sem a presença de André Bahia e Rogério. À tarde, o treinador deve começar a montar o time que pega o Cruzeiro, domingo, às 17h, no Mineirão. A sete rodadas do fim do campeonato, o Botafogo tem 33 pontos e é o 17º do Brasileiro.

Comentários