Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Cartola perde queda de braço com Jefferson e vira o novo vilão do Botafogo

0 comentários

Compartilhe

Protagonistas de uma das polêmicas que esquentaram o clima nos bastidores do Botafogo na última semana, o goleiro Jefferson e o diretor Wilson Gottardo ainda são assunto no clube. Pressionado após empate por 1 a 1 com o Sport neste domingo, o Alvinegro tenta amenizar o clima ruim em meio à tentativa de reagir no Campeonato Brasileiro. Fundamental para o ponto conquistado em Volta Redonda, o atleta sai fortalecido da queda de braço.

Em alta com a torcida, o camisa 1 foi aplaudido durante a partida e se destacou com defesa fundamental em finalização de Diego Souza no primeiro tempo, que daria vantagem de dois gols para o Sport. Enquanto isso, Gottardo ouviu muitas provocações. Alvo da ira dos fãs alvinegros no estádio, o cartola vira novo vilão no clube em crise que insiste em permanecer em General Severiano.

Gottardo experimenta as mesmas críticas recebidas pelo presidente Maurício Assumpção nesta temporada. A dificuldade em manter a tranquilidade incomoda o técnico Vagner Mancini, que pede o fim das polêmicas para que o clube possa se concentrar na briga para escapar do rebaixamento.

“A gente não pode admitir que mais nada aconteça. Tive um papo com atletas e integrantes do departamento de futebol do Botafogo para que o dia a dia fique melhor. A gente está remendando em alguns momentos. Não é desculpa, mas não está fácil desempenhar o trabalho no dia a dia. Peço a todos que nos ajudem, é a hora de o botafoguense enxergar que estamos precisando de ajuda”, pediu o treinador.

Jefferson e Gottardo entraram em rota de colisão após o goleiro não participar da derrota alvinegro contra o Santos, pela Copa do Brasil. A lavagem de roupa suja, com acusações de lado a lado, aconteceu de forma pública.

No vestiário, Wilson Gottardo também ficou em desvantagem. Os jogadores não gostaram da forma pela qual o dirigente tratou o capitão Jefferson. A permanência do diretor de futebol no cargo, que envolve contato direto com os atletas, ficou em perigo. Uma saída neste momento, no entanto, não é considerada por Assumpção – que deu o assunto como encerrado.

Dentro de campo, a situação do Botafogo também é complicada. A equipe tem duelo direto com o Coritiba nesta quarta-feira e aposta na vitória para garantir sobrevida no Brasileirão. Na sequência, o time se prepara para encarar clássico com o Flamengo em Manaus.

Após tropeçar no Sport, o Alvinegro soma 30 pontos no torneio nacional e ocupa a 17ª colocação.

Comentários