CBF e Estatuto do Torcedor são coisas que não andam juntas. A entidade ignora a lei e, até o momento, ainda não divulgou em seu site oficial o local de Goiás x Botafogo, prejudicando muitos botafoguenses. O jogo ainda foi trocado de data de 17 de maio (sábado) para 14 de maio (quarta-feira) a fim de atender interesses da Rede Globo.

Nos comentários no FOGÃONET, torcedores do Botafogo se mostraram revoltados. Ainda há outros que compraram passagens aéreas e foram prejudicados.

” FILHOS DA P*** !!!… TINHA COMPRADO MINHA PASSAGEM POR R$ 139,00 PELA GOLLLLLLL, PRÔ DIA 17… cambada de ***, filhos da p***, safados !!!”, exaltou-se Jordan Razzini.

“O jogo seria no sábado, depois, indicaram este jogo como evento-teste para Copa do Mundo fizeram uma reunião e mudaram o jogo para domingo 18/05. Comprei passagem de avião para ver o jogo e conhecer o Novo Mané Garrincha e os caras depois decidem que o jogo seria no sábado dia 17/05 às 18.30hs. Saiu uma tabela e tudo com uma relação dos jogos testes divulgada pela Fifa dizendo que o jogo estava confirmado para o sábado 17/05 as 18.30hs. Como meu vôo chegaria as 17.30hs de sábado, iria chegar na corrida para ver se entrava em cima da hora. Agora a Globo pede esse jogo para quarta-feira para liquidar com um monte de torcedor que já havia comprado as passagens para o sábado dia 17/05. Essa rede de m** que nunca dá uma moral ao Botafogo, antecipa o nosso jogo e acaba com a viagem de uma boa galera botafoguense. Estou muito revoltado, vou perder dinheiro e ainda não verei meu time jogar em Brasilia. Vou colocar na justiça os todos os infratores. Globo, CBF, FIFA. Alguém vai ter que arcar com esse prejuízo. Tenho todas as noticias guardadas desde o inicio. Falta respeito a principal engrenagem que paga tudo isso “O TORCEDOR”. Estou muito revoltado!!”, reclamou Fernando Cardoso.

O detalhe é que a Fifa anunciou que Goiás x Botafogo seria no dia 17 de maio, em Brasília. Embora a CBF ainda não tenha divulgado o local, a imprensa já noticia que o jogo será em Juiz de Fora, no dia 14.

Fonte: Redação FogãoNET