O Botafogo corre para conseguir regularizar o chileno Leo Valencia, mas a estreia do jogador não deve acontecer neste sábado (29), contra o São Paulo. O presidente Carlos Eduardo Pereira explicou que o advogado do clube esteve em Brasília e buscou a regularização junto com a justiça do trabalho, mas a demora impede a estreia do atleta. O jogador da seleção do Chile agrediu a ex-namorada na sua terra natal e por conta da pena a ser paga ainda não conseguiu o visto de trabalho no Brasil.

– O nosso advogado esteve em Brasília, no Ministério da Justiça. O processo está sendo enviado para a Delegacia de Imigração, nesta quinta-feira (27), quando esperamos dar andamento a isso, na parte da tarde. É claro que depois disso existe todo um processo até ele ser publicado no BID, por isso eu não eu acredito que para o jogo contra o São Paulo não dê. O Brenner, com certeza, vai estar à disposição do Jair. Estamos trabalhando direto para que o Valencia esteja liberado o mais rápido possível, porque ele tem demostrado muita qualidade nos treinamentos – revelou o mandatário.

Na última segunda-feira, o presidente Carlos Eduardo Pereira também confirmou que o clube conta com a ajuda do Presidente da Câmara de Deputados, Rodrigo Maia, que é torcedor do clube, nesta questão do jogador que disputou a última Copa das Confederações pelo Chile. A expectativa inicial era de que, até sexta-feira (28), Valencia já tivesse tudo regularizado, mas a primeira partida dele é agora projetada para a próxima semana, contra o Palmeiras, na próxima quarta-feira.

Antes disso, o Alvinegro entra em campo no sábado, ainda embalado pela vitória em cima do Atlético (MG). A equipe enfrenta o São Paulo, no Estádio Nilton Santos, e a Rádio FutRio transmite a partida que começa às 16h, com a abertura da transmissão começando uma hora antes da bola rolar.

Fonte: FutRio