A permanência na Série A está mais próxima. Com golaço do menino Rhuan, o Botafogo derrotou a Chapecoense por 1 a 0 nesta quarta-feira, na Arena Condá, venceu a primeira fora de casa no returno do Campeonato Brasileiro, rebaixou a equipe catarinense e abriu uma distância de seis pontos para o Cruzeiro, primeiro na zona da degola e que ainda joga na rodada. Momentaneamente, o Glorioso ultrapassou o Atlético-MG e está na 13ª colocação, com 42 pontos, na zona de classificação para a Copa Sul-Americana.

Apesar da importância do jogo, o Botafogo adotou um ritmo lento no primeiro tempo – teve até mais a posse de bola, mas pouco ameaçou o gol adversário. A verdade é que a etapa inicial teve pouquíssima movimentação. A Chapecoense protagonizou o lance de maior perigo, já no final, com Roberto escorando para fora o cruzamento de Eduardo.

Na etapa final, o Botafogo conseguiu o gol logo no começo, aos 8 minutos: Diego Souza pressionou no meio, João Paulo enfiou e Rhuan, com extrema categoria, tocou de canhota por cobertura, marcando seu primeiro gol como atleta profissional.

Depois disso, a Chapecoense foi só ataque, teve uma boa chance desperdiçada por Arthur Gomes, mas não conseguiu reagir e acabou sendo rebaixada com três rodadas de antecedência. No último lance, Henrique Almeida, ex-Botafogo, ainda perdeu um gol feito. Ufa! E o Fogão deu um passo enorme para manter-se na Primeira Divisão.

Próximos jogos

Faltam três jogos para o Botafogo definir a sua vida. Sábado, recebe o Internacional no Estádio Nilton Santos, às 19h. Depois, viaja para encarar o Atlético-MG, na próxima quarta-feira, às 19h30, no Mineirão. E encerra novamente no Nilton Santos, contra o Ceará, dia 8, às 16h.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 0 X 1 BOTAFOGO

Estádio: Arena Condá
Data-Hora: 27/11/2019 – 19h30
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa/RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Michael Stanislau (RS)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS), Douglas Schwengber (RS) e Lucio Beiersorf Flor (RS)
Renda e público:
Cartões amarelos: Maurício Ramos, Bruno Pacheco (CHA); Gabriel (BOT)
Cartões vermelhos:
Gols: Rhuan 8’/2ºT (0-1)

CHAPECOENSE: João Ricardo; Eduardo, Douglas, Maurício Ramos (Camilo 15’/2°T) e Bruno Pacheco; Amaral, Márcio Araújo, Renato (Arthur Gomes 21’/2°T) e Roberto (Gustavo Campanharo 32’/2°T); Henrique Almeida e Everaldo – Técnico: Marquinhos Santos.

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Fernando, Marcelo Benevenuto, Gabriel e Yuri; Cícero, Alex Santana e João Paulo (Jean 21’/2°T); Rhuan, Diego Souza (Vinicius Tanque 43’/2ºT) e Igor Cássio (Luiz Fernando – Intervalo) – Técnico: Alberto Valentim.

Fonte: Redação FogãoNET