As temporadas de 2014 e de 2015 foram bem distintas para o Botafogo. Porém, em um ponto, as duas se parecem: assim como no ano passado, a maioria dos jogadores do elenco ficará sem contrato em dezembro. Atualmente, dos titulares absolutos, apenas o goleiro Jefferson tem vínculo longo, até o fim de 2017. No total, 34 atletas terão o compromisso com o Alvinegro encerrado.

No próximo sábado, o Botafogo enfrenta o América-MG, às 17h30m, no Estádio Nílton Santos, pela última rodada da Série B. Por isso, alguns jogadores manifestaram a vontade de permanecer em 2016. Um deles foi o zagueiro Renan Fonseca, contratado em janeiro, e um dos atletas que mais jogaram pelo clube no ano.

— Em breve vamos chegar a alguma situação, mas minha intenção é de ficar. O Botafogo é grande, bom para trabalhar, e eu me identifiquei — disse o defensor, que defendeu o Santa Cruz no ano passado.

Além de Renan, a lista de jogadores muito utilizados pelo técnico Ricardo Gomes na reta final do ano conta com mais 18 nomes, entre eles o volante Willian Arão, o zagueiro Diego Guaretta, o meia Daniel Carvalho, o lateral-direito Luis Ricardo e os atacantes Neilton e Navarro.

— A preferência de renovação é do Botafogo. Não posso escolher nenhuma outra equipe no momento ou assinar outro contrato até ter uma resposta do Botafogo — contou Diego Giaretta. — Claro que quero ficar. Acredito no trabalho que fizemos esse ano.

Ao lado de Jefferson, o Botafogo ainda tem contratos longos com o goleiro Helton Leite, os volantes Fernandes e Octávio, os atacantes Sassá e Luis Henrique e jogadores que ainda têm idade para atuar pela base. Durante a semana, Ricardo Gomes não demostrou, por enquanto, preocupação com a situação.

— Esse período é mais da diretoria do que para mim. Comigo, após o fim do campeonato, aí sim vamos sentar para conversar — afirmou Ricardo, que deverá renovar por um ano.

Fonte: Extra Online