No início do ano passado, Rafael Marques era quase uma unanimidade entre os torcedores do Botafogo, e a situação pouco mudou. A diferença é que, antes, a maior parte dos alvinegros o queriam fora do time. Agora, a situação é inversa. Se não fez gols em 2012, a temporada seguinte mostrou um jogador eficiente e os laços com a torcida se estreitaram. A boa fase despertou o interesse do Henan Jianye. Os chineses fizeram uma proposta de cerca de R$ 14 milhões, já aceita pelo clube, que detém 50% dos direitos do atacante. Assim como aconteceu com Seedorf quando recebeu proposta para ser técnico do Milan, está nas mãos de Rafael Marques a decisão sobre o seu futuro.

Dentro do clube, a expectativa é que Rafael Marques seja mais uma ausência na temporada. Apesar disso, na quinta-feira, no último dia de atividades em Saquarema, ele deu esperança aos torcedores ao jogar com o time que deve ser titular contra o Deportivo Quito pela Libertadores. No meio-campo, Jorge Wagner, que treinou jogadas de bola parada, substitui Seedorf. Recém-contratado, Tanque Ferreyra treinou pelo segundo dia consecutivo como titular.

Com 1,91m, o argentino será uma referência na área nas cobranças de falta.

Dória e Gabriel não treinaram com o grupo da Libertadores porque estarão com o time que fará a estreia do Carioca amanhã, contra o Resende, às 19h30m, em Volta Redonda. Além deles, Lucas e Renato, que foram titulares durante parte do Brasileiro também estarão em campo. O técnico Eduardo Húngaro vai escalar o time com Renan, Lucas, Dankler, Dória e Lima; Gabriel, Rodrigo Souto, Renato, Gegê e Daniel; Henrique.

— A forma de jogar é a mesma do ano passado. A gente vai tentar fazer o máximo possível para fazer os torcedores ficarem felizes com esse grupo que vai jogar o Carioca — disse Gegê, ainda em Saquarema.

Se a saída de Rafael Marques for confirmada, o clube intensificará as negociações com o paraguaio Pablo Zeballos, que pode substituí-lo entre os titulares. As negociações com o clube que detém seus direitos, o Krylia Sovetov, da Rússia, não foram concluídas e o pouco tempo até a estreia na Libertadores pode fazer o Botafogo desistir do negócio.

Quem deve voltar ao alvinegro é o atacante Elias, que não teve os direitos adquiridos pelo clube ao fim do empréstimo junto ao Resende em dezembro, mas está próximo de acertar um novo empréstimo. Já Diego Forlán, de saída do Internacional, está mais perto do acerto com o Cerezo Osaka, do Japão, do que com o Botafogo. O Toronto FC, do Canadá, também tem interesse no jogador. O alvinegro esbarra nos altos salários do craque uruguaio.

Fonte: O Globo Online