De olho no jogo pela Copa do brasil no meio de semana, o Botafogo poupou praticamente todos os titulares e ficou no empate por 1 a 1 com o Atlético-GO, neste domingo, em Goiânia. Com o resultado, os alvinegros chegaram a 24 pontos e seguem fora da zona de classificação para a Libertadores. Os goianos, com apenas nove, continuam na lanterna do Campeonato Brasileiro.

Após um primeiro tempo ruim, o Botafogo abriu o placar na etapa final, com Vinícius Tanque. O Atlético-GO chegou ao empate em lance irregular. Diego Rosa estava em posição de impedimento antes do gol de Paulinho.

Na próxima rodada, o Atlético-GO terá pela frente a Chapecoense, no próximo domingo, na Arena Condá. Já o Botafogo, após o duelo contra o Atlético-MG pela Copa do Brasil no meio de semana, encara o São Paulo, no sábado, no Nilton Santos.

O jogo

O Atlético-GO começou melhor a partida e quase abriu o placar logo aos três minutos. Após bola levantada na área, Roger Carvalho subiu mais que a zaga, mas cabeceou por cima do travessão. O Botafogo, muito modificado, não conseguia armar boas jogadas no ataque.

Os donos da casa seguiam melhores e tiveram ótima chance aos 15 minutos. Andrigo recebeu passe na área, mas perdeu o domínio. No entanto, a bola chegou em Jorginho, que finalizou na rede pelo lado de fora. No minuto seguinte, foi a vez de Paulinho arriscar de longe e assustar Jefferson.

O Botafogo conseguiu melhorar a marcação e passou a impedir as investidas do Dragão. No entanto, os alvinegros seguiam tendo dificuldade em criar boas chance de gol. Assim, o duelo ficou concentrado entre as intermediárias.

Nos minutos finais, os goianos esboçaram uma pressão em busca do gol, mas parou na marcação carioca. O Glorioso tentou aproveitar os espaços nos contra-ataques, só que pecou nas finalizações. Assim, o jogo foi para o intervalo com o placar inalterado.

No segundo tempo, o Atlético-GO voltou melhor e teve chance de marcar logo com três minutos. Walter chutou com força e viu Jefferson se esticar para fazer a defesa. O lance animou os goianos, que criaram nova oportunidade de abrir o placar aos cinco. Andrigo cobrou falta na trave carioca. No rebote, Walter finalizou, mas viu a zaga salvar em cima da linha.

O Botafogo só conseguiu responder aos nove minutos. Marcos Vinícius acertou chute forte da entrada da área, mas parou em defesa segura de Kléver. A resposta dos donos da casa veio aos 14, em chute de fora da área de Walter.

A partida passou a ficar aberta, pois os dois times passaram a buscar o ataque. O Dragão chegava com mais perigo, mas pecava nas finalizações. O Alvinegro, na primeira oportunidade, chegou ao gol aos 23 minutos. Gilson cruzou pela esquerda e Vinícius Tanque cabeceou para a rede.

Depois do revés, o Botafogo conseguiu dominar a partida, mas um erro na saída de bola fez o Atlético-GO chegar ao empate aos 30 minutos. Dudu Cearense saiu errado e deu o contra-ataque para os goianos. Jorginho tocou para Diego Rosa, em impedimento. O meia dividiu com Emerson Silva, que ficou com a bola, mas ao tentar tirar o perigo foi bloqueado por Paulinho e viu a bola ir para a rede.

Após o empate, o jogo novamente ficou aberto. O Atlético-GO desperdiçou boa chance com Jorginho. O meia cabeceou em cima de Jefferson. Já o Botafogo respondeu em seguida. Leandrinho chutou de longe, Kléver deu rebote, mas Guilherme não conseguiu colocar para o gol.

Nos minutos finais, os cariocas tiveram a última oportunidade da partida. Dudu Cearense aproveitou falta cobrada na área e cabeceou para grande defesa de Kléver. Os donos da casa pouco tentaram a vitória e preferiram se contentar com o empate mesmo em casa.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-GO 1 X 1 BOTAFOGO-RJ

Local: Estádio Olímpico, em Goiânia (GO)
Data: 23 de julho de 2017 (Domingo)
Horário: 19h(de Brasília)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Flávio Gomes Barroca (RN) e Vinicius Melo de Lima (RN)
Cartões amarelos: Bruno Silva e Gilson (Botafogo)
GOLS
ATLÉTICO-GO: Paulinho, aos 30min do segundo tempo
BOTAFOGO: Vinícius Tanque, aos 23min do segundo tempo

ATLÉTICO-GO: Kléver, André Castro (Jonathan), Gilvan, Roger Carvalho e Bruno Pacheco; Igor, Paulinho, Andrigo (Luiz Fernando) e Jorginho; Niltinho (Diego Rosa) e Walter
Técnico: Doriva

BOTAFOGO: Jefferson, Luis Ricardo, Marcelo, Emerson Silva e Gilson; Dudu Cearense, Bruno Silva e Fernandes (Victor Luís); Marcos Vinícius (Leandrinho), Guilherme e Vinícius Tanque (Lucas)
Técnico: Jair Ventura

Fonte: Gazeta Esportiva