A diretoria do Botafogo aguardou com ansiedade os primeiros jogos do time no Campeonato Carioca. As vitórias de 2 a 0 sobre o Bangu e de 2 a 1 sobre a Portuguesa acabaram trazendo alívio aos dirigentes, que temiam que tropeços logo de cara pudessem gerar fortes cobranças e mudar alguns planejamentos.

Isso porque o clube alvinegro pretende procurar reforços com tranquilidade no mercado, já que o dinheiro em caixa para investimento é curto e não existem margem para erros. Além disso, a prioridade na temporada é o Campeonato Brasileiro e a ideia é fazer um Estadual sem maiores sustos, mesmo que a conquista do título não venha.

O diretor de futebol Antônio Lopes vem mantendo contatos diários com o técnico Ricardo Gomes no sentido de ir montando o grupo. O Campeonato Carioca e as primeiras fases da Copa do Brasil servirão para analisar os reforços já contratados e o desempenho dos jovens que estão sendo promovidos das categorias de base. Lopes conversou com os jornalistas em São Januário, na noite de terça-feira, durante o jogo contra a Portuguesa e disse que o clube segue procurando reforços.

A ideia da diretoria é contratar de três a quatro jogadores para serem titulares. O primeiro deles seria um centroavante e o nome mais cotado é o de Rafael Moura, que está se desligando do Internacional. O jogador vinha negociando com o Atlético-MG, mas não chegou a um acordo. Apesar de não falar abertamente, Lopes dá a contratação como quase certa. Após o jogo contra a Portuguesa, Ricardo Gomes disse que “He-Man” se enquadra no padrão procurado.

“O Luis Henrique e o Ribamar são jogadores de grande qualidade e potencial, mas ainda é muito cedo para assumirem a responsabilidade. Por isso um jogador mais experiente é importante para o ataque, porém, não vou ficar falando em nomes. Não sei se vai ser o Rafael, mas ele é uma boa”, disse Ricardo, tomando muito cuidado para preservar os dois centroavantes que estão disponíveis, ambos oriundos das categorias de base.

A diretoria tem evitado realmente falar em nomes e até mesmo de posições consideradas carentes. Porém, uma fonte ligada à comissão técnica diz que o clube ainda procura um lateral-esquerdo, um zagueiro, um volante e um meia.

Fonte: Gazeta Esportiva