Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

X

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Campeonato Carioca

10/04/21 às 21:05 - Raulino de Oliveira

Escudo Volta Redonda
VRE

2

X

2

Escudo Botafogo
BOT

Com três novos desfalques, Botafogo viaja para Manaus com Jóbson junto

0 comentários

Compartilhe

Atual lanterna do Brasileiro, o Botafogo acumula oito derrotas na últimas 10 vezes em que entrou em campo, incluindo os quatro últimos jogos. Na semana passada, a diretoria, que já havia negociado atletas como Dória e Lodeiro durante a competição, demitiu quatro dos principais jogadores do time. Na derrota em casa para o Palmeiras, Vágner Mancini perdeu mais três atletas para o confronto contra o Corinthians: Carlos Alberto e Ramírez por suspensão e Aírton com dores musculares. Em meio a tantas notícias negativas, mais uma vez Jóbson surge como o fio de esperança alvinegro.

Segundo o entendimento dos advogados de Jóbson, o atacante já poderia estar em campo. Cauteloso, o Botafogo solicitou àCBF que entrasse em contato com a Fifa para verificar o status do jogador, que recebeu uma punição de oito anos da federação saudita por ter se recusado a realizar exames anti-doping em março. Com a confirmação de que a suspensão não tem validade internacional, o alvinegro pediu nesta quarta-feira que o STJD ratifique a regularidade de Jóbson. Com isso, ele viaja na manhã desta terça-feira com o grupo para Manaus, onde, no sábado, o Botafogo encara o Corinthians.

– O Jóbson viaja independente de ser titular ou não – disse Mancini, ainda sem a confirmação de que o atacante poderá entrar em campo. – Existe a possibilidade dele ser titular. Não sei se suportaria o jogo inteiro, mas 50 ou 60 minutos ele aguentaria.

Questionado sobre um possível pedido de demissão, o técnico Vágner Mancini descartou sua saída até o fim do Brasileiro. Ele afirmou ainda que o presidente Maurício Assumpção deu sua palavra de que isso não o demitirá. Questionado sobre o sentimento de conformismo com a possível queda para a Série B, ele falou que o problema afetou o time contra o Palmeiras.

– Hoje (quarta-feira), achei que os jogadores do Botafogo tiveram um pouco esse conformismo. Em alguns momentos, vi uma equipe entendendo que isso pode acontecer… E não pode! Não pode ceder de maneira nenhuma. Temos que estar vigiando e mostrando o que pode acontecer, exemplos de esquipes inferiores que venceram suas partidas – completou.

Comentários