Comercial no Engenhão: Prefeitura analisa medidas a tomar

Compartilhe:

Parece que o Engenhão foi criado para polêmicas. Quando a poeira da interdição começava a baixar, uma nova confusão trouxe os holofotes de volta para o estádio. A gravação de um comercial no local, usando o gramado e as arquibancadas fará a prefeitura tomar providências.

O problema é que, como nunca houve caso parecido, não é possível se haverá punição e, caso dada, quem a receberá. O Botafogo ou a empresa que gravou o comercial.
A Procuradoria Geral do Município (PGM) analisará o imbróglio nas próximas semanas e dará um parecer, sabendo que trata-se de um fato inédito.

A diretoria do Botafogo admitiu que houve uma grave falha de comunicação entre as partes. O acordo previa que as gravações se limitassem à área externa do estádio, próximo ao Setor Norte.

– Tínhamos combinado com a empresa que era para gravar o comercial do lado de fora. Houve uma grave falha de comunicação nossa – afirmou o diretor-executivo do Glorioso, Sérgio Landau.

Os figurantes gravaram nas arquibancadas do Setor Oeste Superior, que fica quase todo abaixo da cobertura que apresentou os problemas de manutenção, que causaram o fechamento do estádio.

Longe da esfera esportiva, burlar interdições já gerou multas pesadas e até prisões. Agora, fica a curiosidade em saber qual medida será tomada. O certo é que o Engenhão não deve ficar muito tempo sem uma nova polêmica.

Patrocinadores aguardam

Com diversos contratos de patrocínio assinados e camarotes do Engenhão negociados com empresas antes da interdição, o Botafogo se fez valer da boa relação com os seus parceiros para não ser cobrado imediatamente pelos prejuízos gerados com fechamento do estádio.
A interdição completa dois meses no próximo domingo, e os patrocinadores seguem em compasso de espera.

– Alguns credores estão pedindo informações, mas não podemos dá-las enquanto não tivermos nada concreto. A verdade é que não temos certeza sobre o tempo que o Engenhão ficará fechado – afirmou Sérgio Landau.

Mesmo longe, presidente atua

Um dos grandes trunfos do Botafogo para não ser punido pela prefeitura é a boa relação do presidente Mauricio Assumpção com o prefeito Eduardo Paes. Mesmo licenciado para resolver problemas de saúde do pai, o dirigente mantém contato direto com General Severiano.

– Todo mundo acha que ele não está fazendo nada, mas já segurou cada pepino nestas últimas semanas! Ele está ligando para todo mundo de casa – disse o diretor-executivo, Sérgio Landau.

Fonte: Lancenet!

Comentários