O Conselho Deliberativo do Botafogo pode aprovar, em reunião na próxima terça-feira, a compra de um centro esportivo na Zona Oeste do Rio de Janeiro que será transformado no Centro de Treinamento integrado do futebol do clube para todas as divisões, incluindo o profissional.

As negociações estão em andamento e um protocolo de intenções já foi assinado. A transação será financiada por dois botafoguenses – que serão ressarcidos pelo clube num longo prazo. Não foi divulgado, ainda, o lugar exato em que o CT será construído.

Se o negócio for mesmo aprovado pelos membros do Conselho Deliberativo, o Botafogo pretende iniciar logo na seguida uma série de obras, para poder utilizar o novo CT já no início do próximo ano. As informações são do site Globoesporte.com.

O CT foi promessa de campanha de vários dirigentes – o ex-presidente Mauricio Assumpção chegou a lançar uma pedra fundamental para a construção no terreno de Marechal Hermes, mas depois o projeto foi abandonado. A gestão Carlos Eduardo Pereira pode, enfim, realizar esse sonho.

Como funciona hoje

Atualmente, o Botafogo utiliza quatro locais de treinamento: o Estádio Nilton Santos, para os treinos da equipe profissional; a sede de General Severiano, para alguns treinos do sub-20; o Caio Martins e o CEFAT, em Várzea das Moças, para a base.

Destes, porém, só General Severiano pertence realmente ao Botafogo. O Estádio Nilton Santos e o Caio Martins são concessões da Prefeitura e do Governo do Estado, respectivamente; e o CEFAT é uma propriedade particular que está sendo cedido ao clube.

Fonte: Globoesporte.com e Redação FogãoNET