Marcos Paquetá já sabe que terá desfalques para sua estreia no comando do Botafogo, na semana que vem, contra o Corinthians em Itaquera. Além de Yago, Moisés e Jean – trio emprestado pelos paulistas que não poderá jogar por força de contrato –, o técnico ainda não contará com Gatito Fernández. A previsão do departamento médico alvinegro e do próprio goleiro, de voltar ao time após o recesso para a Copa do Mundo, terá que ser adiada: o paraguaio já está vetado para o retorno do Campeonato Brasileiro.

O herói do título carioca de 2018 entrou em campo pela última vez no dia 23 de abril, quando foi o destaque do empate por 1 a 1 com o Sport e sofreu uma lesão no punho direito. De lá para cá, o prazo inicial de um mês de recuperação caminha para virar três. A demora foi a consolidação mais longa do osso, que levou cerca de 60 dias. Agora, o goleiro trata uma atrofia muscular ocasionada pela imobilização do braço. A informação é do jornalista Thiago Franklin, do “Canal do TF”.

Por ora, Gatito tem treinado em campo utilizando uma proteção no punho direito. Apesar de ter algumas restrições de movimentos, o paraguaio já vem utilizando o braço lesionado em determinados trabalhos com bola. O clube adota cautela e, enquanto ele não volta para esquentar a concorrência, Jefferson continua como titular absoluto no gol alvinegro. Aos 35 anos, o ídolo vive seus últimos meses de futebol antes da aposentadoria já anunciada para dezembro.

Fonte: Portal O Dia