Com o objetivo de contratar dois laterais-esquerdos para o grupo de 2018, o Cruzeiro se interessa por Victor Luís, de 24 anos, que pertence ao Palmeiras e está emprestado ao Botafogo até dezembro. A informação foi divulgada nesta terça-feira no programa Bastidores, da Rádio Itatiaia.

A negociação, no entanto, não tende a ser fácil. Isso porque o Palmeiras, detentor dos direitos econômicos e federativos do jogador, tem planos para aproveitá-lo. Em contato com o Superesportes, o diretor de futebol do clube paulista, Alexandre Mattos, confirmou que Victor Luís retornará ao elenco em 2018.

O motivo da reintegração é simples: no ano que vem, o grupo palmeirense contaria inicialmente apenas com o ex-cruzeirense Diogo Barbosa para a posição, já que Egídio (também na mira do Cruzeiro) não terá o contrato renovado e o veterano Zé Roberto, de 43 anos, se aposentará dos gramados.

O próprio presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, declarou em várias entrevistas que o clube planeja aproveitar Victor Luís em 2018, tal como o jovem atacante Arthur, destaque do Londrina na Série B (35 jogos, oito gols e 11 assistências), e o lateral-direito João Pedro, atualmente na Chapecoense.

A reportagem também consultou o gerente de futebol do Botafogo, Antônio Lopes. Ele disse que o clube alvinegro tem a intenção em manter Victor Luís no grupo, mas que qualquer decisão será tomada pelo Palmeiras, com o qual o atleta está vinculado até dezembro de 2019.

Já a diretoria que assumirá o Cruzeiro a partir da próxima temporada afirmou que não há nenhuma negociação sacramentada e que qualquer contratação terá de ser aprovada por Mano Menezes. Inicialmente agendada para esta terça-feira, a reunião entre o futuro vice-presidente de futebol Itair Machado e o treinador para discutir reforços foi reagendada para quarta.

Carreira de Victor Luís

Emprestado pelo Palmeiras nas duas últimas temporadas, Victor Luís tem 83 jogos com a camisa do Botafogo e dois gols marcados. Em seu primeiro ano no alvinegro da estrela solitária, o atleta chegou a formar dobradinha com Diogo Barbosa na lateral esquerda. Conforme as palavras de Mattos e Galiotte, a parceria entre os alas pode ser repetida no Verdão em 2018.

Um dos principais fundamentos de Victor Luís é o chute de longa distância. Neste ano, ele marcou duas vezes, ambas em cobranças de falta. Quando esteve a serviço do Ceará, em 2015, foram três gols em 27 apresentações. Victor também atuou pelo próprio Palmeiras (43 jogos e dois gols) e Porto B (18 jogos e um gol).

Fonte: Superesportes