R$ 15 milhões. É o valor em receitas bloqueadas que deve ser liberada ao Botafogo a partir de quarta-feira, devido à volta do clube ao Ato Trabalhista em um acordo com o Tribunal Regional do Trabalho. A informação é do site “Globoesporte.com”. Parte será usada para quitar a dívida de R$ 2 milhões com Jefferson e propor a renovação ao goleiro até 2017.

– Nossa expectativa é ter valores liberados a partir de quarta-feira. Tudo depende de aspectos operacionais da Justiça e das empresas que têm de nos pagar, pois a decisão sobre o retorno ao Ato ocorreu no último dia de funcionamento do TRT e não houve tempo de os ofícios serem enviados às partes interessadas. Agora, com a retomada do trabalho, tudo será normalizado. Posso dizer que teremos dinheiro para questões emergenciais, como dívidas com fornecedores. O Jefferson entra neste caso, sim, mas a situação do clube ainda é muito grave – diz o presidente Carlos Eduardo Pereira ao site “Globoesporte.com”.

Fonte: Globoesporte.com