O Botafogo tem mais um obstáculo para a temporada 2014. Além da saída do técnico Oswaldo Oliveira, o clube terá de driblar também a ausência do fisiologista Altamiro Bottino. Demitido por causa da insatisfação da diretoria com a forma física do time na reta final do Brasileiro, o profissional planejava ampliar o trabalho de mapeamento genético para precaver lesões no elenco e era tido como uma das principais armas contra a altitude de 2.850 metros de Quito, no Equador, palco da estreia na Libertadores, no dia 5 de fevereiro. Em General Severiano, o medo é de que a equipe enfrente problemas com o calendário ainda mais apertado da Copa do Mundo.

Fonte: Blog Dois Toques - ESPN.com.br