Depois de críticas de Seedorf, Botafogo procura entender e trazer a sua torcida

Compartilhe:

Seedorf questionou a presença da torcida do Botafogo no estádio durante a campanha no Campeonato Brasileiro. Para ele, o apoio dela seria fundamental para um melhor rendimento em campo. Seus companheiros concordam, mas procuram entender o que se passa na cabeça do torcedor do clube, que não vê o time disputar a Taça Libertadores desde 1996.

A campanha do Botafogo no Campeonato Brasileiro deste ano é a melhor desde a conquista do título de 1995. O time está na segunda colocação, com 53 pontos, faltando sete rodadas para o fim da competição. A vantagem para o quinto colocado é de quatro pontos, justamente o Goiás, adversário de domingo, no Serra Dourada.

Mesmo com o bom desempenho, o Botafogo tem apenas a 12ª melhor média de público pagante do Campeonato Brasileiro, com 12.131. A pior entre os clubes cariocas, mesmo estando bem à frente de seus rivais na tabela de classificação.

– É difícil falar do torcedor, que vem vivendo anos difíceis. Por isso, quando chega na hora decisiva, ele não acredita muito, pois já viveu tristezas aqui com elencos antigos. A gente espera conquistar essa vaga e colocar cada vez mais torcedores no estádio – disse o lateral-direito Edílson.

O jogador acompanhou a participação de Seedorf no “Redação SporTV”, quinta-feira, e também acredita que o time precisa de mais apoio nessa reta final. Depois do Goiás, o Botafogo vai enfrentar o Internacional, dia 10, em Caxias do Sul, e só volta ao Maracanã no dia 13, contra a Portuguesa.

– Com o estádio lotado fica mais fácil. O adversário sente a pressão. O torcedor precisa entender que quanto mais tivermos o apoio dele mais difícil fica para o rival – comentou Edílson.

Fonte: Globoesporte.com

Comentários