Motivado pela vitória sobre o Paysandu na estreia da Série B e com uma semana inteira de treinos para a partida contra o CRB, o sábado tem tudo para ser de festa para o Botafogo em seu estádio. Além de esperar uma vitória dentro de campo, o clube celebra no dia 16 de maio o “Dia do Botafogo”, segundo decreto municipal, e a data de nascimento do maior ídolo do clube, Nílton Santos.

Nesta terça-feira, o técnico René Simões começa a trabalhar o seu elenco de olho na segunda rodada alimentando a expectativa dos torcedores. A diretoria alvinegra espera grande público no sábado e planeja diversas ações de interação com os torcedores para transformar o Nílton Santos num caldeirão.

O clube vai avaliar, com o Corpo de Bombeiros, a capacidade de público que o estádio pode receber. A tendência é que pouco mais de 25 mil ingressos sejam colocados à venda, mesmo número do segundo jogo semifinal contra o Fluminense, pelo Estadual. Entre os jogadores, foco nos treinos para não decepcionar a torcida.

— Pedimos ao torcedor que vá ao jogo — disse o lateral Carleto. — É o aniversário do maior ídolo do clube. Já esquecemos o Paysandu e só temos que pensar no CRB. Teremos uma semana cheia para aproveitar os treinos, pois sabemos que a torcida vai nos cobrar na hora do jogo — lembrou o herdeiro da histórica camisa 6.

Independentemente da festa, Carleto promete um time com a mesma disposição que tem apresentado neste início de temporada:

— A equipe sempre procura honrar a camisa. O René brinca que, quando o estádio está lotado, precisamos entrar em campo como se ele estivesse vazio, sem a pressão do torcedor. A euforia fica por parte do torcedor.

Fonte: Extra Online