Se dentro de campo, o Botafogo consegue ser competitivo no Campeonato Brasileiro, fora dele, a situação é bem mais dramática. O clube vive sérios problemas financeiros e os atrasos de salários se tornaram cada vez mais recorrentes nos últimos meses, a ponto dos jogadores se negarem a dar entrevistas onde as marcas dos patrocinadores do clube estejam expostas.

Questionado sobre a situação, o atacante Diego Souza comentou sobre a postura do elenco alvinegro diante da grave crise financeira que assola o clube de General Severiano. Para o experiente jogador, essa situação não pode ser vista com normalidade, mas deixou claro que isso não irá afetar no desempenho do time em campo.

“A gente acredita nas pessoas que comandam o futebol, que estão no dia a dia com a gente. A gente sabe das dificuldades, sabe que não é normal, mas a gente vai continuar trabalhando forte, isso não vai mudar no nosso trabalho. Só que em relação a outros funcionários que não têm essa força e a gente pode fazer alguma coisa por eles, a greve continua sim. A gente não pode achar normal o que acontece”, afirmou.

Após derrotar o Atlético Mineiro no último domingo, o próximo compromisso do Botafogo no Campeonato Brasileiro é contra o Ceará no próximo sábado, pela décima nona rodada do Brasileirão.

Fonte: Rádio Tupi