Completada uma semana de treinos na pré-temporada em Várzea das Moças, a cúpula de futebol do Botafogo já teve o retorno que esperava dos reforços, pelo menos com relação ao comportamento. A dedicação nas atividades e o engajamento no projeto de volta à Série A do Brasileiro deixam os dirigentes convictos de que alcançaram o objetivo de formar um grupo comprometido com o clube.

“São jogadores que conhecem bem a Série B e querem buscar seu espaço. Estão concentrados em subir com o Botafogo e no trabalho que tem sido muito bem desenvolvido pelo René Simões e Antônio Lopes”, disse o vice de futebol Antonio Carlos Mantuano.

Em campo, como já esperado, o time ainda precisa de mais tempo para encontrar sua identidade. A derrota para o Gonçalense no jogo-treino de sábado, quando os titulares já não estavam em campo, não foi motivo de alarde.

Com tantas mudanças no time em comparação ao do ano passado e a troca de comando, já era prevista uma dificuldade no primeiro momento. A questão física também é levada em consideração. Os treinos desgastantes do início da temporada prejudicam o rendimento.

Apesar da aproximação do fim da pré-temporada, a diretoria não considera o elenco totalmente fechado. As negociações pelos atacantes Pimentinha, do Sampaio Corrêa, e Tomas, do Boa Esporte, devem ser finalizadas esta semana. Além disso, o clube ainda busca reforços para as duas laterais.

A primeira impressão que o novo elenco deixa para a diretoria é muito boa. Resta saber se ela também agradará aos torcedores alvinegros.

Fonte: O Dia Online