Os jogadores, comissão técnica e o diretor de futebol, Wilson Gottardo, se reuniram por, aproximadamente, 20 minutos antes do treino começar, na tarde de hoje, no campo anexo do Estádio Olimpico João Havelange. Foi informado aos atletas que, através de um grupo de investidores parceiro da diretoria do Botafogo, foi pago um mês de carteira de trabalho (CLT) para o zagueiro Doria e para o volante Gabriel, o restante do elenco não recebeu.

O Botafogo completa hoje seis meses de direitos de imagem e três meses de carteira de trabalho atrasados, exceto Doria e Gabriel. O grupo está, definitivamente, insatisfeito e não acredita em nenhuma promessa da diretoria. A atitude de pagar dois jogadores e preterir o restante do elenco causou grande revolta nos jogadores, que sequer concederam entrevistas após a atividade. Amanhã o sindicado dos clubes do Rio de Janeiro (Sindeclube) deve conseguir a liberação da verba de 2,5 milhões de reais referentes a cota de transmissão.

Os jogadores não tem mais esperança de receber os salários atrasados até o final do ano e foi informado que os mesmos só receberão 2 meses de CLT.

Fonte: Site da Rádio Tupi