Em sete partidas oficiais este ano, o Botafogo ainda não repetiu a escalação uma vez sequer. E isso deve acontecer novamente neste domingo diante do Boavista, às 17h, em Saquarema. Jair Ventura não divulgou a escalação, mas deve mandar a campo apenas reservas já que o time está fora das semifinais da Taça Guanabara e tem o jogo da volta na quarta-feira contra o Olimpia pela Libertadores.

O goleiro Helton Leite, titular neste momento devido à lesão de Gatito Fernández, pode ser o único utilizado. Joel Carli, o zagueiro argentino que ainda não atuou nesta temporada devido a lesão, também pode ganhar uma oportunidade.

Mais do que montar o time de acordo com a importância da partida, Jair Ventura vê essas mudanças constantes como filosofia de trabalho. Ele entende que é uma forma de dar chances a quem atua melhor nos jogos e treinos. Foi assim que Marcelo, por exemplo, virou titular.

— Comigo, fica claro que todos têm chances. E isso é bom porque independente de salário ou fama. Todos sabem que precisam se doar — afirmou o treinador.

Essa filosofia é bem vista pelos jogadores. Jair admite que a falta de entrosamento pode ser um problema, mas não cogita mudar o método de trabalho.

— Precisamos ter equilíbrio. Uma equipe fixa é bom pelo entrosamento, mas hoje temos tecnologia, formas de ver como os jogadores estão, e eu não posso arriscar escalar alguém que possa se machucar, por exemplo — destacou Jair.

FICHA DO JOGO:

Boavista: Felipe, Thiaguinho, Gustavo, Antônio Carlos e Maicon; Lucas Rocha, Maranhão, Botelho e Eric Flores; Mosquito e Nicácio.

Botafogo: Helton Leite, Marcinho, Carli, Rabello e Gilson; Lindoso, Matheus Fernandes, Leandrinho e Dudu; Pachu (Guilherme) e Joel.

Juiz: Carlos Eduardo Nunes Braga.

Local: Bacaxá (Saquarema)

Horário: 17h

Transmissão: Premiere

Fonte: O Globo Online