Um empate considerado um bom resultado. Foi assim que Emerson Sheik viu sua estreia no Botafogo, no 2 a 2 com o Inter. O atacante, autor de um gol e uma assistência, afirmou que o iimportante era não perder o jogo para o Internacional.

– Em um time grande do Rio de Janeiro, com história linda, estou feliz, é o mais importante. Atleta preciso disso para trabalhar, é o grande barato do futebol. Voltou aquela alegria, especialmente hoje, por não ter perdido, era o grande objetivo. A gente entende o torcedor, quer vitória, mas ele precisa entender que em momentos assim é importante reagir para dar tranquilidade e confiança. o afinco do time e o resultado foram tão especiais quanto uma vitória – afirmou.

Em tom de desabafo, ele ainda agradeceu ao clube pela aposta em seu futebol.

– Agradeço ao Botafogo pela recepção em um momento difícil para o clube. Estava esperando muito por este momento para poder desabafar. A diretoria do Botafogo teve muita coragem de me trazer, tenho 35 anos e salário alto. Mas cada um tem seu valor. Não vou resolver o problema de ninguém, estou aqui para contribuir. Assim é um esporte coletivo – alegou.

Fonte: Redação FogãoNET