A Prefeitura, através de nota da Secretaria Municipal de Obras, se manifestou a respeito da greve:

A Secretaria Municipal de Obras informa que a paralisação foi adotada por apenas 30% do efetivo total contratado para executar as obras de requalificação do entorno do estádio João Havelange. O cronograma de obras está mantido e a maioria da equipe continua trabalhando normalmente, concluindo serviços de pavimentação e construção de calçadas. A empresa responsável está tomando as medidas cabíveis, dialogando com os sindicatos, não cabendo ainda, portanto, nenhuma advertência por parte da fiscalização municipal. A SMO reforça que todas as ruas no entorno do estádio João Havelange estarão com as obras finalizadas até a próxima semana: José dos Reis, Arquias Cordeiro, Doutor Padilha e Rua das Oficinas. As intervenções não têm relação com as obras para reforço da cobertura do Engenhão. Integram o cronograma a execução de melhorias urbanísticas nos arredores do estádio que visam melhorar os acessos ao equipamento, por meio de construção de calçadas, ciclovia, novo paisagismo, implantação de mobiliário urbano e total acessibilidade para as pessoas com mobilidade reduzida.

Fonte: UOL