Estudo preliminar realizado pelo Itaú BBA sobre o que poderão ser os números de 2014 dos clubes aponta o Botafogo em situação “desastrosa”. Segundo o relatório, projeções indicam queda de 41% nas receitas em 2014, puxadas pela redução na venda de direitos econômicos e perda de bilheteria com a ausência do Engenhão e a péssima campanha no Brasileiro.

Sobre os custos, o estudo aponta que pode ter havido uma redução de 25%, em virtude do elenco do ano passado ter sido montado com jogadores com salários menores e/ou pagos por outros clubes. O levantamento foi divulgado pelo blog “Olhar Crônico Esportivo”, do site Globoesporte.com. Os clubes são obrigados a divulgar os balanços de 2014 durante o mês de abril.

O estudo ainda faz uma projeção do que pode ser 2015, com base nas medidas adotas pela diretoria. Estima-se que as receitas caiam 6%, em virtude de ter de jogar a Série B, e os custos caiam 25%, já que houve limitação de salários. O relatório diz que “aparentemente 2014 foi um desastre e, mesmo com forte ajuste, ainda será bastante ruim em 2015. O ajuste precisa ser muito forte para que o clube recupere a saúde financeira”.

Fonte: Redação FogãoNET