O Botafogo segue de olho no mercado e com um foco definido: a contratação de um centroavante. Com isso, o atacante revelado pelo clube, e negociado com o Munique 1860 (ALE) no ano passado, Lucas Ribamar foi oferecido e empolgou, inicialmente, a diretoria. Contudo, os valores que o Glorioso deveria arcar com vencimentos, acabou afastam o jogador de General Severiano.

Vendido aos alemães no ano passado por cerca de R$ 9 milhões, Lucas Ribamar foi pouco aproveitado em Munique e tem o desejo de ser negociado para ganhar mais oportunidades. Até agora, o atacante atuou apenas em quatro partidas e sequer balançou as redes. Sua equipe ainda amargou, nesta terça-feira, o rebaixamento para a Terceira Divisão do futebol alemão, após perder em casa, por 2 a 0 para o Jahn Regensburg, que trocou de divisão com o time bávaro.

Mesmo com o alto salário, padrão europeu, que o brasileiro ganha, o Botafogo não descarta totalmente o negócio e deve esperar na próxima semana para saber a situação do jovem atacante. Como dificilmente seguirá no Munique 1860 com o descenso, os agentes de Ribamar ainda aguardam propostas da Europa para ele seguir por lá. Entretanto, a ideia de colocá-lo novamente no Alvinegro, com a disputa da Copa Libertadores, animam o jogador e seus empresários.

Em caso de negócio com Ribamar, a diretoria também não descarta contratar mais um centroavante, já que no momento só conta com Roger e Vinicius Tanque para o setor. A ideia é trazer um nome de impacto como reforço, sem ‘fazer loucuras’.

Para desembarcar em General Severiano, Lucas Ribamar chegaria por empréstimo de um ano, além de vencimentos dentro dos padrões. Com a camisa do Botafogo, o goleador participou de 32 partidas e marcou quatro gols.

Fonte: Terra