Além do princípio de incêndio, ocorrido nesta quinta-feira (15/01), na cobertura do Estádio Olímpico João Havelange, entre os setores Sul e Oeste, a reportagem da Super Rádio Tupi teve acesso a outros problemas relacionados a estrutura, há dez dias da possível reabertura, prevista para o dia 24 de janeiro, em um amistoso contra Shandong Luneng , time Chinês, comandado pelo técnico Cuca. No dia 6 de dezembro de 2014, dois tirantes (astes de sustentação) foram colocados na cobertura em parte do setor Leste e devido ao excesso de peso, aproximadamente 50 cm, cedeu, o que provocou imediatamente a saída dos operários do estádio, presentes naquele momento.

Outros problemas acontecem, como por exemplo, a tubulação de água enferrujada, o que compromete 50% do estádio, entre setores Norte e Oeste. O vazamento de água também é notado no edifício Garagem, localizado no setor norte 1 . O prédio administrativo (entrada dos setores Vips) também sofre com azulejos caindo, prejudicando a estrutura. Não existe uma previsão para serem trocados.

Em relação a estética, os arcos das entradas do Engenhão, em todos os setores, principalmente na rua das oficinas e no outro lado, que liga a estação de trem, estão totalmente enferrujados, e a previsão é de que as obras sejam feitas somente para os Jogos Olímpicos de 2016.
O prazo de entrega das obras no entorno é prevista para os dias 20 e 22 de janeiro. Vale lembrar que após o princípio de incêndio o GEPE (Grupamento Especial de Policiamento em Estádios) só vai liberar o laudo depois do término das obras no entorno e a limpeza das áreas internas.
Outro ponto de interrogação é que caso o Botafogo jogue a última rodada do Campeonato Brasileiro da Série B de 2015, no Rio de Janeiro, a partida pode não ser no Engenhão. O prazo de entrega total do estádio para a realização das obras, visando os jogos de 2016, é no dia 25 de novembro. E, tem que estar 100% cedido ao COI (Comitê Olímpico Internacional), para uso das dependências.
Em relação ao gramado, desde dezembro do ano passado, vem sofrendo por um processo de reforma. Toda grama foi retirada e uma nova está sendo implantada.
Apesar do princípio de incêndio, segundo nota oficial emitida pelo Consórcio, não há qualquer alteração na data de reabertura o estádio. Apenas os anéis inferiores, com capacidade para 20 mil pessoas, camarotes e cabines de imprensa, vão ser liberados.

Fonte: Site da Rádio Tupi