A bola ainda nem rolou para o Campeonato Estadual do Rio de Janeiro, mas outras importantes decisões vêm sendo costuradas fora de campo.

Nos bastidores, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) trabalha para que o Estádio Nilton Santos possa ser o palco das semifinais e finais da competição. Com a situação contratual do Maracanã indefinida e a iminente entrega do estádio para os organizadores da Olimpíada Rio 2016, a federação considera esta opção carta fora do baralho. A concessionária que administra o Maracanã também nem trabalha com esta hipótese.

O Nilton Santos também será equipamento olímpico e há muito o que ser feito em obras de adequção para os Jogos. Dentre as intervenções necessárias estão a ampliação temporária de 45 mil para 60 mil lugares, melhorias na iluminação, nas áreas das competições de saltos, arremessos e lançamentos, além de obras para atender aos requerimentos de transmissão e operação. Também haverá renovação do material sintético da pista de atletismo, instalação de bebedouros, construção de banheiros acessíveis nas áreas médicas, e adequações de acessibilidade para o público e para atletas cadeirantes.

Como a previsão para o término destas obras é o segundo trimestre de 2016, a Ferj crê que há como conjugar as partidas decisivas do Estadual com os ajustes que estiverem em curso. As finalíssimas estão agendadas para os dias 1 e 8 de maio. No ano passado, o Botafogo mandou algumas partidas no local. A capacidade de público ainda foi limitada por questões de segurança.

Caso a tentativa seja frustrada, as opções são Macaé e Volta Redonda.

Fonte: Extra Online