O jogo não valia muita coisa, é verdade, mas o reencontro do Botafogo com Joel Santana foi movimentado neste domingo. O Boavista do treinador até saiu na frente, com direito a gol de voleio, mas acabou tomando a virada dos reservas botafoguenses: 3 a 2.

O placar foi aberto aos 27 minutos do primeiro tempo. Maicon fez boa jogada pelo lado, invadiu a área e chutou cruzado. Pedro Botelho, ex-Atlético-PR e Atlético-MG, apareceu sozinho dentro da área apenas para empurrar para as redes botafoguenses.

Aproveitando o momento, o Boavista foi para cima e ainda aumentou a vantagem. E com um belo gol. Após cobrança de escanteio, a defesa alvinegra não conseguiu afastar e a bola pingou na área. Marcelo Nicácio, outro ex-Atlético-MG, apareceu para encaixar um lindo voleio.

A reação, porém, começou logo em seguida. Ainda no primeiro tempo, Fernandes deixou tudo igual. E em um belo gol. O jovem meio-campista recebeu em profundidade, limpou o zagueiro e bateu rasteiro, no cantinho.

O mesmo Fernandes deixou tudo igual logo aos 3 do segundo tempo. E esse sim, um golaço coletivo. Leandrinho lançou, Vinicius tanque ajeitou de calcanhar e Lindoso deixou limpa na direita para Fernandes chegar batendo.

A virada foi concretizada aos 18 minutos. Após bate-rebate, Leandrinho, outro jovem, aproveitou a sobra dentro da área e ainda contou com um desvio na zaga para marcar.

A vitória, porém, não significa muito. O Botafogo fecha a primeira fase com 7 pontos, fora das semifinais da Taça Guanabara, assim como o Boavista, que somou 4 pontos.

Serve, porém, para dar moral aos reservas botafoguenses. E descanso para os titulares, que tem dura missão na quarta-feira contra o Olimpia, no Paraguai, para garantir vaga na fase de grupos da Libertadores.

BOAVISTA 2 X 3 BOTAFOGO

Local: Estádio Elcyr Resende, em Bacaxá (RJ)
Data-hora: 19/02/2017, às 17h (de Brasília)
Árbitro: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)
Assistentes: Daniel do Espírito Santo Parro e Flávio Manoel da Silva (RJ)
Renda/Público: R$ 1.390.210,00 / 28.601 pagantes
Gols: Pedro Botelho (27’/1ºT), Marcelo Nicácio (31’/1ºT), Fernandes (39’/1ºT), Fernandes (3’/2ºT) e Leandrinho (17’/2ºT)
Cartões amarelos: Fernandes e Marcinho (BOT)

BOAVISTA: Felipe, Thiaguinho, Gustavo Geladeira, Antônio Carlos e Maicon (Lucas Perdomo – 31’/2ºT); Lucas Rocha, Willian Maranhão (Fellype Gabriel – 30’/2ºT), Pedro Botelho e Erick Flores; Mosquito e Marcelo Nicácio (Tiago Amaral – 21’/2ºT) – Técnico: Joel Santana.

BOTAFOGO: Helton Leite, Marcinho, Carli, Igor Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso, Dudu Cearense, Fernandes (Pachu – 25’/2ºT) e Leandrinho (Yuri – 33’/2ºT); Joel e Vinícius Tanque (Sassá – 20’/2ºT) – Técnico: Jair Ventura.

Fonte: ESPN.com.br (texto) e Lancenet! (ficha)