O advogado do atacante uruguaio Loco Abreu notificou nos últimos dias o Botafogo pela dívida de R$ 2,2 milhões referentes a direitos de imagem atrasados. O prazo é de dez dias para efetuar o pagamento – caso contrário, Loco ingressará com uma ação na Justiça. O Glorioso afirmou que não tem condições de pagar tal valor e vai tentar um acordo com o jogador para evitar uma nova ação judicial.

– Esse é mais um problema da gestão anterior, que só nos deixou pepinos. O conselho diretor vai se reunir, provavelmente na próxima sexta-feira, para debater o assunto e evitar que haja mais uma ação judicial contra o Botafogo. Mas vou ser sincero. No momento estamos trabalhando para manter o clube vivo, pagando impostos e salários. Não temos como pagar o Loco Abreu agora. O melhor seria buscar um acordo para poder quitar esse valor em seis meses ou um ano. Estamos realizando uma auditoria para verificar exatamente o valor dessa dívida. Mas não tenho dúvida de que o Loco Abreu é credor. Vamos levar em consideração tudo o que ele fez pelo Botafogo. Ele é um craque que engrandeceu o nome do clube. Mas temos que levar em conta a nossa capacidade financeira de momento, que é limitadíssima – explicou o vice-presidente jurídico do Botafogo, Domingos Fleury, ao Globoesporte.com.

Fonte: Globoesporte.com