A coisa está feia… O Botafogo foi mais uma vez inferior ao seu adversário e conheceu nesta segunda-feira a terceira derrota seguida no Campeonato Brasileiro ao ser superado pelo Fortaleza por 1 a 0, no Castelão. Já são quatro jogos sem vitória, e o Glorioso caiu para a 12ª colocação, com 27 pontos, oito ainda acima da zona de rebaixamento. A fase e as recentes apresentações preocupam (e muito!).

Com uma formação diferente, com Cícero jogando como atacante com a bola, o Botafogo começou o jogo no Castelão apresentando um jogo até interessante se comparado com as últimas atuações. Aproveitou os espaços deixados pelo adversário e construiu boas chances, sempre pelos pés do recém-convocado Marcinho. Na primeira delas, ele cruzou e Diego Souza marcou de cabeça, mas o atacante estava impedido. Depois, Diego Souza recebeu a bola na esquerda e cruzou para Cícero, que pegou de primeira, mas onde estava o goleiro Marcelo Boeck.

O Fortaleza aos poucos foi melhorando e encaixando-se melhor na frente, com Osvaldo se dando bem nas costas de Fernando. Aos 22 minutos, o atacante chutou rasteiro cruzado e a bola pegou na trave. O Botafogo respondeu com Marcinho cobrando escanteio fechado e Marcelo Benevenuto pegando a sobra, em lance confuso na área defendido por Boeck. Depois, os cearenses mais uma vez pararam no poste: Wellington Paulista cabeceou no travessão.

O Botafogo iniciou o segundo tempo já tomando um susto: André Luís recebeu de Juninho e chutou cruzado, no cantinho de Gatito, mas o lance foi invalidado pelo VAR, que apontou impedimento dificílimo de ser marcado sem a tecnologia. Porém, o Fortaleza foi se animando e chegou ao gol na bola parada: Juninho cobrou escanteio fechado e Marcelo Benevenuto cabeceou contra o próprio gol, aos 15 minutos.

Depois do gol, o técnico Eduardo Barroca enfim fez algumas mexidas e tentou mudar o panorama do time com as entradas de Leo Valencia e Marcos Vinicius, mas não obteve êxito. O Fortaleza continuou melhor e voltou a acertar a trave aos 29 minutos, com André Luis. A equipe cearense controlou o jogo até o final e segurou a vitória na reestreia do técnico Rogério Ceni, sem maiores dificuldades. Complicado.

Próximos jogos

O Botafogo terá uma sequência de dois jogos em casa pela frente no Campeonato Brasileiro. Domingo, o Glorioso faz o clássico contra o Fluminense, às 16h, no Estádio Nilton Santos. Três dias depois, dia 9, será a vez de receber o Goiás, às 19h15.

FICHA TÉCNICA
FORTALEZA 1 X 0 BOTAFOGO

Estádio: Arena Castelão
Data/Hora: 30/09/2019 – 20h
Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho (Fifa/GO) e Christian Passos Sorence (GO)
VAR: Elmo Resende Cunha (GO), Igor Junior Benevenuto (MG) e Marcus Vinicius Gomes (MG)
Renda e público:
Cartões amarelos: Felipe e André Luís (FOR); Lucas Barros, Fernando e Eduardo Barroca (BOT)
Cartões vermelhos:
Gols: Marcelo Benevenuto (contra) 15’/2ºT (1-0)

FORTALEZA: Marcelo Boeck; Tinga, Quintero, Jackson e Carlinhos; Juninho e Felipe; Edinho, Romarinho (André Luís 37’/1ºT, depois Marlon 41’/2ºT), Wellington Paulista e Osvaldo (Felipe Pires 22’/2ºT) – Técnico: Rogério Ceni.

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Fernando, Marcelo Benevenuto, Gabriel e Lucas Barros; Marcinho, Gustavo Bochecha, João Paulo (Leo Valencia 24’/2ºT) e Luiz Fernando (Marcos Vinicius 24’/2ºT); Cícero (Victor Rangel 36’/2ºT) e Diego Souza – Técnico: Eduardo Barroca.

Fonte: Redação FogãoNET