O bom momento de Gabriel vem sendo notado. Tanto é que o Atlético-MG, dono dos direitos federativos do atleta, deseja o retorno do zagueiro, que está emprestado ao Botafogo até dezembro de 2020, já no começo da próxima temporada. A informação foi dada pelos portais “Fala Galo” e “Rádio Opinião” e confirmada pelo LANCE!.

Após a vitória sobre a Chapecoense, na última quarta-feira, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Arena Condá, o Gabriel preferiu não comentar sobre o futuro e garantiu que o foco é deixar o Botafogo longe das últimas quatro posições na classificação.

– Eu prefiro esperar um pouco para responder isso, a gente está preocupado em se livrar do rebaixamento, como já estamos nos livrando. Depois eu falo – afirmou.

Com o triunfo, o Botafogo alcançou 42 pontos e chegou à 13ª colocação, ultrapassando justamente o Atlético-MG. Gabriel entende que a posição é um passo para ficar confortável em relação à degola, mas que nada está definido. No próximo sábado, o Alvinegro retorna ao Nilton Santos, às 19h, para enfrentar o Internacional.

– A gente fica muito feliz, praticamente nos livrando dessa zona que nos incomoda. Mas creio que a gente tem que conseguir mais três pontos o mais rápido possível para não ter mais nenhuma dúvida (do rebaixamento). Agora é trabalhar e se preparar para o jogo de sábado – analisou.

CONFIRA OUTRAS DECLARAÇÕES DE GABRIEL

Atuação defensiva
– Vitória muito boa. A Chapecoense atacou muito, mas não teve tantas chances claras de gol. Esse trabalho defensivo é crédito de todos, não só do Gatito nem da zaga, mas de todos. Diego Souza lá na frente que começa a marcar.

Ficar de fora contra Internacional (suspensão) e Atlético-MG (força de contrato)
– No momento que levei o cartão, já fiquei meio desesperado. Tenho certeza que o Botafogo está muito bem representado. Com certeza vou estar na torcida, Botafogo vai contar com meu apoio.

Fonte: Terra