Reforços estrangeiros chegaram, fizeram uma graça, mas deixaram a equipe titular. Ele ficou: Gegê pode não desfrutar de prestígio com a torcida, mas neste início de temporada tem sido peça fundamental de um time que segue imbatível.

— Fico muito feliz por ajudar. Ricardo Gomes apostou em mim, e estou podendo corresponder em campo — analisou o meia.

A menção ao treinador não é para fazer média. Ricardo Gomes de fato tem seu papel na afirmação de Gegê. Foi ele quem, no fim do ano passado, conversou com o atleta para dar a confiança de que precisava e seguir acreditando em seu futebol.

— Ele disse que gostaria de contar comigo, e eu vou trabalhar bastante para poder retribuir essa confiança — afirmou Gegê.

O jovem de 22 anos marcou o primeiro gol na vitória por 2 a 0 sobre o Fluminense, na quarta-feira. Foi o segundo dele no Estadual e o terceiro na temporada.

— Marcar um gol no clássico mais antigo do Rio é muito importante. Nós fizemos uma grande partida, mas temos que manter os pés no chão, porque no domingo temos um clássico importante — ponderou o meia.

O próximo adversário é o Vasco. Embalado, o Cruzmaltino, tal qual o Alvinegro, já garantiu classificação para a próxima fase do Estadual. Nada, porém, que diminua a importância do confronto para Gegê:

— Mesmo o Botafogo estando classificado, todo clássico tem seu valor.

Fonte: Extra Online