Gottardo diz que atraso devia ser discutido internamente e terá reunião terça

Compartilhe:

“Estamos aqui porque somos profissionais e por vocês, torcedores”. Com esta faixa, os jogadores do Botafogo entraram no clássico contra o Flamengo cobrando cinco meses de direitos de imagem, três meses de salários de carteira de trabalho e FGTS. A atitude, porém, não foi bem vista por Wilson Gottardo, diretor técnico de futebol.

– Vamos conversar com eles na terça-feira para saber o que eles estão pensando e quais os objetivos deles com esta atitude. Algumas situações, na minha opinião, devem ser resolvidas internamente, não há necessidade de expor. O que estava ali que não se tinha conhecimento? Tudo que estava ali, já é conhecimento de todos, não é preciso expor novamente, já temos problemas demais e não precisamos criar novos. Temos um problema, que é financeiro, não é necessário que se crie o segundo, o terceiro e o quarto – reclamou Gottardo ao site “Lancenet!”.

O diretor diz que não tinha conhecimento do conteúdo da faixa e alega que a diretoria está empenhada para resolver o problema.

Fonte: Redação FogãoNET

Comentários