Para a próxima temporada, o Botafogo terá o retorno do Engenhão, que pode render R$ 20 milhões segundo a atual diretoria. A principal missão do novo presidente será comandar as negociações com patrocinador e fornecedor. O grupo Viton 44, que investiu R$ 28 milhões em 2014, quer renovar, mas espera o fim das eleições para iniciar conversa. Já a Puma pagou R$ 15 milhões pelos três anos em que ficou no clube e que se encerra em dezembro. Essa verba será determinante para saber quanto o Alvinegro poderá investir no futebol.

Fonte: UOL