Em entrevista coletiva após a derrota do Botafogo por 4 a 3 para o São Paulo, neste sábado, no Estádio Nilton Santos, pelo Campeonato Brasileiro, o técnico Jair Ventura adotou um discurso ponderado. Para ele, os três gols sofridos após os 38 minutos do segundo tempo aconteceram por causa do desgaste físico.

– Foi um jogo de muitos gols, muito aberto. Conseguimos a virada, depois o São Paulo virou num apagão nosso. Tem a situação física. Contra o Atlético-MG, quando descansamos o time, fomos muito bem. Hoje teve cansaço no final. O Victor Luis e Roger pediram para sair. Tivemos um apagão. Agora é descansar que já temos mais um jogo importante contra o Palmeiras – disse Jair, refutando qualquer tipo de caça às bruxas:

– É o segundo jogo seguido em que marcamos três gols, vínhamos de sete jogos sem perder. Não é buscar fantasma agora, não tem erros individuais, os jogadores só tem erros internamente, vamos corrigir o que aconteceu. É muito cedo, não revi os lances. Estávamos num momento muito bom, sofremos quatro gols e fizemos três, saldo de um gol, não foi nada assustador.

Jair também contou que não houve bronca no vestiário após a partida.

– Quando se perde, fala-se muito pouco. Não é hora de fazer cobrança, mas sim de passar um incentivo. Esses jogadores são os mesmos que vão enfrentar o Palmeiras, não podemos duvidar deles agora – afirmou.

Fonte: Redação FogãoNET