Principal líder do elenco alvinegro, Jefferson, que preferiu seguir no clube mesmo com propostas mais vantajosas e o time na Segunda Divisão, em 2015, é um dos que mais vibra com a boa campanha do Botafogo no Carioca deste ano. Apesar da invencibilidade e da liderança isolada, o goleiro reconhece que a chegada de reforços é bem-vinda.

Em coletiva nesta quarta, Jefferson falou em tom de aprovação sobre o trabalho que vem sendo desenvolvido por Ricardo Gomes e o aproveitamento dos jovens atletas no estadual. Ao lado de Paulo Victor, do Flamengo, o goleiro botafoguense é o menos vazado do Carioca, com apenas três gols sofridos.

“A comissão e o presidente estão atentos ao mercado para reforços. Está difícil. O Botafogo está atento, mas não pode errar. O presidente está correndo atrás, e por enquanto temos que nos virar com o que temos. Vamos vencer as competições com o grupo. Não tem ‘jogador estrela’ aqui. O grupo tem que se fechar e remar para o mesmo lado. É claro que, chegando uma ou duas peças, vai ajudar”, comentou.

Grande surpresa do Carioca até então, por ter uma das melhoras campanhas do torneio com investimento menor em relação aos outros grandes do Rio, o Botafogo vem causando alarde aos mais céticos. No entanto, Jefferson nunca desconfiou do potencial da base alvinegra, que forma boa parte do plantel deste início de ano.

“Não é novidade, ainda mais pelo trabalho que estamos fazendo. Quem esteve na pré-temporada sabe o nosso esforço. Claro que tínhamos que mostrar em campo, mas nunca tivemos desconfiança no nosso trabalho. Estamos no caminho certo. São números empolgantes”, reconheceu.

Após dois clássicos seguidos – uma vitória contra o Fluminense e um empate com o Vasco – o Botafogo agora se desafia a manter o mesmo ritmo na sequência da competição. Já garantido na próxima fase, a Taça Guanabara, o Glorioso volta a campo no domingo para encarar o Boa Vista, que mandará a partida em São Januário.

“Tínhamos que convencer a nós mesmos. Os jogos acabavam e sabíamos que precisávamos dar mais. Nesses dois últimos jogos, ficamos felizes. Foram parâmetro. Temos que ter a mesma pegada que tivemos contra o Fluminense e o Vasco. Esse é o espírito do Botafogo”, comentou Jefferson, admitindo que uma boa campanha no Carioca não é parâmetro para o Brasileirão.

Fonte: Gazeta Esportiva