A Seleção Brasileira levou um susto logo no início do amistoso contra a França nesta quinta-feira no Stade de France. Karim Benzema por muito pouco não abriu o placar de cabeça aos sete minutos de jogo. A torcida francesa fez barulho e chegou a comemorar o gol, mas a rede só balançou porque Jefferson acabou esbarrando nela depois de fazer uma grande defesa.

“Foi muito rápido. Quando espirrou a bola para o Benzema, ela já estava na cabeça dele. A minha reação foi saltar antes dele cabecear. Praticamente fiz a defesa no ar, esperando ele cabecear. Juntei força com reflexo. Foi bom”, comemorou o jogador do Botafogo .

Preterido por Luiz Felipe Scolari, Jefferson volta a ganhar destaque com Dunga. E a julgar pela apresentação na vitória por 3 a 1 da Seleção, o goleiro não pretende deixar a nova oportunidade escapar. Apesar da grande atuação em Saint-Denis, no entanto, ele ressaltou que é preciso manter os pés no chão.

“O Dunga deu os parabéns para todos os jogadores e lembrou da dificuldade que é vencer a França aqui em Paris. Mas também pediu para a gente continuar com os pés no chão porque estamos apenas na preparação. Claro, temos que vibrar com essa vitória, mas nosso caminho é longo”, ponderou antes de concordar que este foi um desafios mais difíceis do Brasil desde a Copa do Mundo.

O zagueiro Miranda, do Atlético de Madrid, também teve atuação segura ao lado de Thiago Silva. Para ele, o time pentacampeão do mundo mostrou que está evoluindo. “( A vitória sobre a França ) Demonstra que nossa equipe está em um bom caminho. Mostramos confiança para reverter um placar adverso”, disse.

“Eles têm uma grande Seleção, com grandes cobradores e gente muito grande na frente. Os zagueiros também são altos e a nossa equipe é um pouco baixa. A gente conversou, conseguiu acertar o posicionamento depois do gol”, contou.

Luiz Gustavo, um dos homens de confiança do técnico Dunga, também concordou que o Brasil mostrou estar evoluindo. Ele ainda comemorou ter marcado o gol que selou a vitória inédita na casa dos franceses. “Não tenho muita facilidade com a cabeça, por isso fico muito feliz. Também fico satisfeito em saber e ver que a equipe tem evoluido muito. Hoje foi um grande teste contra uma grande Seleção. Esse é o nosso objetivo, seguir melhorando”, afirmou.

Fonte: Terra (texto) e Youtube (vídeo)