Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

X

Escudo Botafogo
BOT

Campeonato Carioca

10/04/21 às 21:05 - Raulino de Oliveira

Escudo Volta Redonda
VRE

2

X

2

Escudo Botafogo
BOT

Campeonato Carioca

04/04/21 às 17:00 - Giulite Coutinho

Escudo Botafogo
BOT

1

X

1

Escudo Portuguesa
POR

Jefferson põe como meta fazer 500 jogos no Bota: ‘Não saí porque sou apaixonado’

comentários

Compartilhe

Ídolo da torcida do Botafogo, Jefferson não tem intenção de sair do clube, apesar da fase delicada. Com 358 jogos pelo Alvinegro, o goleiro comemora sua boa relação com a torcida e traça uma meta ambiciosa para o futuro, em entrevista ao blog “Facho de luz”, do site “Globoesporte.com”.

– Fico feliz em ser uma referência. Procuro fazer o meu melhor, dar sempre o meu máximo. Fazer história em uma grande equipe como o Botafogo não tem preço. Tenho como meta ultrapassar 500 partidas pelo Botafogo, quero fazer história. O jogador precisa de títulos. Não conseguimos conquistar nenhum na atual temporada. Temos a possibilidade da Copa do Brasil, onde estamos nas quartas de finais. Nosso maior foco é sair da zona de desconforto do Campeonato Brasileiro; mas, mesmo assim, vamos lutar pelo título da Copa do Brasil. É uma competição de tiro curto, temos a possibilidade real de um título. O clube conseguindo sair da atual má fase no Brasileiro e conquistando um título, terminamos a temporada por cima – afirma o goleiro.

Ao contrário do que disse o presidente Mauricio Assumpção, Jefferson negou que a proposta recebida do Benfica tenha sido menor do que o que recebe no Botafogo. O goleiro ressaltou que está no clube por amor.

– Eu só responderia o que o Mauricio Assumpção falou se tivesse cabimento. Não quero entrar em polêmica. Na época, o Benfica veio e fez uma proposta salarial maior do que eu recebo aqui no Botafogo. Se eu quisesse poderia sair pela justiça e não quis. Caso fizesse, receberia muito mais. Eu não saí do Botafogo por nenhuma questão financeira. Se o motivo fosse financeiro, já teria saído. Eu acredito no que está por vir, principalmente no ano que vem. Acredito no próximo projeto, nos novos desafios, sou apaixonado pelo Botafogo, por isso não saí daqui. Todos conhecem meu caráter, sabem a pessoa que sou. Não sou um cara polêmico de querer ficar rebatendo acusações. Eu tenho que trabalhar aqui e se estou até hoje no clube é porque amo muito o Botafogo. Acredito e muito no projeto para o ano que vem – declara Jefferson.

Comentários