João Paulo, meia do Botafogo, sofreu fraturas na títbia e fíbula durante uma partida contra o Vasco no dia 19/03, pelo Campeonato Carioca. A cirurgia foi um sucesso e João Paulo começou a fisioterapia nesta quinta-feira (5), apenas 18 dias após o incidente com o jogador Rildo, do Vasco.

Na ocasião, os Botafoguenses ficaram revoltados com a arbitragem da partida, já que Rildo quebrou a perna de João Paulo, mas só levou cartão amarelo. Contudo, após uma decisão do TJD-RJ, Rildo foi suspenso até João Paulo voltar aos treinos ou até o prazo máximo de 180 dias.

Os médicos do Botafogo ainda não definiram uma data para a volta do meio-campista. Segundo Ricardo Bastos, um dos médicos que operou João Paulo, o objetivo é recuperar totalmente o jogador, sem se preocupar muito com o prazo do retorno aos gramados.

Mas diante da enorme evolução do jogador, o retorno até o fim do ano não está descartado.

Fonte: UOL